Novo ciclone extratropical agita o mar


por Josélia Pegorim - Climatempo

Um novo ciclone extratropical se forma nesta quarta-feira no litoral entre o Rio Grande do Sul e o Uruguai. Até às 15 horas de 6 de julho, a pressão mais baixa estimada para este ciclone fica entre 1000 hPa e 998 hPa. O centro de baixa pressão deste ciclone extratropical ficará mais intenso, com pressão mais baixa a partir do dia 7, mas esta intensificação ocorre já em alto-mar, numa área oceânica afastada do continente.

Na animação, a letra B indica o centro da baixa pressão atmosférica do ciclone extratropical.


A formação deste ciclone vai causar uma forte agitação marítima que começa a ser sentida no litoral da Região Sul nesta quarta-feira. A agitação chega ao litoral de São Paulo e do Rio de Janeiro no dia 7 de julho fazendo o mar subir rapidamente no decorrer do dia. No litoral da Região Sul, o mar fica muito agitado no dia 7 de julho, com ondas em torno dos 2,0 metros, com picos maiores, mas há risco de ressaca especialmente entre o litoral norte do Rio Grande do Sul e o litoral sul de Santa Catarina, onde as ondas podem alcançar de 2,5 a 3,0 metros.


Durante a tarde e noite de dia 8 de julho, o mar ainda estará bastante agitado no litoral da Região Sul, mas a altura das ondas já começa a baixar e continua diminuindo no sábado, 9 de julho.


A Diretoria de Hidrografia e Navegação (DHN) da Marinha do Brasil alerta para ressaca entre 9 horas de 6 de julho e 9 horas de 7 de julho (hora de Brasília) no litoral do Rio Grande do Sul e no litoral sul de Santa Catarina, até o cabo de Santa Marta.


Ressaca no litoral de SP e do RJ


O pico da agitação na Região Sudeste ocorre no dia 8 de julho. As ondas podem chegar aos 2,0 metros no litoral sul de São Paulo e na Baixada Santista. Durante a noite, ondas de até 2,0 metros podem ocorrer no litoral sul do Espírito Santo.


A agitação será mais intensa no dia 8 de julho no litoral no norte de São Paulo, com risco de ressaca e ondas de até 2,5 metros.


No litoral do Rio de Janeiro também há risco de ressaca com ondas de até 3,0 metros durante a sexta-feira, 8 de julho. Na madrugada e manhã de 9 de julho, as ondas ainda podem chegar a 2,5 metros e ainda há risco de ressaca.


No Espírito Santo, as ondas podem chegar aos 2,0 metros na madrugada e manhã de 9 de julho.

A agitação marítima diminui na tarde e noite do dia 9 de julho no Sul e no Sudeste.



Ressaca na costa leste do Nordeste


A DHN alerta também para ressaca no litoral leste do Nordeste entre Maceió e o Rio Grande do Norte entre 9 horas de 6 de julho e 21 horas de 7 de julho, hora de Brasília.


Fonte: http://www.climatempo.com.br/noticia/2016/07/05/novo-ciclone-extratropical-agita-o-mar-5752


3 visualizações

O projeto Tempo de Aprender em Clima de Ensinar foi criado pela equipe do Laboratório de Meteorologia da Universidade Estadual do Norte Fluminense Darcy Ribeiro (LAMET/UENF), com o intuito de discutir com alunos e professores de escolas públicas as diferenças entre os conceitos de “tempo” e “clima” através de avaliações e estudos das características da atmosfera.

Criatividade Coletiva