Crise hídrica: DF completa 10 meses de racionamento




por Maria Clara Machado


O Distrito Federal completa dez meses consecutivos de racionamento de água. A medida começou a ser implementada pela Companhia de Saneamento Ambiental (CAESB) no dia 16 de janeiro de 2017. Nos últimos meses, a situação só piorou e o nível dos principais reservatórios que abastecem a região atingiu o menor valor da história.Diante da crise hídrica preocupante, é urgente o retorno da chuva, mas esta só deve voltar com regularidade a partir de novembro.


Atual nível dos reservatórios



De acordo com a Agência Reguladora de Águas, Energia e Saneamento Básico do Distrito Federal (ADASA), o reservatório do Descoberto opera com volume útil de apenas 11,4% e o reservatório Santa Maria com 25,7%. Os dados são da última medição realizada nesta terça-feira (17).


Apesar da queda, a meta da Caesb para o mês de outubro ainda é de 9% no Descoberto e de 23% no Santa Maria. No ano passado, a Barragem do Descoberto entrou o mês de novembro de 2016 com cerca de 22% de volume útil e o Santa Maria com volume útil perto de 41%.


"Se formos observar o total de chuva anual desde 2012, tivemos chuva acima do normal apenas em 2013 e dentro do normal em 2014. Nos outros anos, a chuva ficou abaixo da média anual. A chuva do primeiro trimestre de 2017 também ficou abaixo da média", analisa o meteorologista Alexandre Nascimento.


"Tivemos uma sequência de anos muito ruins, primeiramente pela formação do forte bloqueio no início de 2014 e depois pela presença do super El Niño, entre o final de 2014 e o início de 2016. Entre outubro de 2016 e abril de 2017, a chuva foi suficiente para as lavouras de grãos na região, mas muito insuficiente para recomposição dos reservatórios", completa Nascimento.


Quando a chuva volta com regularidade?


As condições para pancadas de chuva começam a aumentar no Distrito Federal na próxima semana, mas ainda assim bastante irregulares.


A chuva deve voltar “boa”, com regularidade, a partir de novembro e a perspectiva para a próxima temporada é de chuva perto do normal ou ligeiramente abaixo da normalidade, avaliam os meteorologistas da Climatempo.


“O verão deve ser bom com relação à chuva, mas diante de um solo tão seco, com o nível dos reservatórios tão baixo, provavelmente será insuficiente para reverter o problema da crise hídrica”, acrescenta o meteorologista Alexandre Nascimento.


A Caesb não descartou a possibilidade de aumentar o número de horas do racionamento de água no Distrito Federal.


Fonte: https://goo.gl/ioqQtG



23 visualizações0 comentário

O projeto Tempo de Aprender em Clima de Ensinar foi criado pela equipe do Laboratório de Meteorologia da Universidade Estadual do Norte Fluminense Darcy Ribeiro (LAMET/UENF), com o intuito de discutir com alunos e professores de escolas públicas as diferenças entre os conceitos de “tempo” e “clima” através de avaliações e estudos das características da atmosfera.

Criatividade Coletiva