Criatividade Coletiva - Inteligência de Marketing para Eventos

INFORMATIVO

Chuva ajuda bombeiros a controlar incêndios no centro e no norte de Portugal

17/10/2017

Onda de incêndios deixou 37 mortos e 71 feridos no país desde domingo.

 

  

Os bombeiros portugueses conseguiram controlar, nesta terça-feira (17), todos os incêndios que atingiam o centro e norte do país desde domingo (15). A onda de incêndios, que também atingiu a Espanha, deixou 37 mortos e 71 feridos apenas em Portugal, segundo o jornal "Público".

 

A queda da temperatura e a chuva registrada durante a madrugada ajudaram os trabalhos dos bombeiros. A previsão para as próximas horas é de mais chuva, que ajudará a manter a situação sob controle, de acordo com o jornal “Público”.

 

 

No início da manhã desta terça havia apenas um pequeno incêndio no município de Moura, no distrito de Beja (sul do país), segundo dados da Autoridade Nacional de Proteção Civil, citados pela agência Efe.

 

Sete pessoas que estavam desaparecidas foram localizadas - seis delas com vida. Com isso, o último balanço da Defesa Civil portuguesa subiu para 71 o número de feridos. Uma pessoa segue desaparecida em Coimbra, ainda de acordo com o jornal "Público". Entre os feridos, 15 estão em estado grave.

 

Portugal chegou a ter 523 incêndios ativos o que obrigou as autoridades a esvaziar aldeias e bloquear estradas. Cerca de 4 mil bombeiros foram mobilizados para conter as chamas.

 

O país teve o mês de setembro mais seco em 87 anos, segundo o Instituto Português do Mar e da Atmosfera (IPMA). A seca e os fortes ventos impulsionaram o fogo a se alastrar.

 

O governo português declarou luto oficial de três dias, que começa nesta terça, bem como o estado de calamidade pública em todos os distritos ao norte do rio Tejo.

 

Fonte: https://goo.gl/A2MwzV

Please reload