Criatividade Coletiva - Inteligência de Marketing para Eventos

INFORMATIVO

O que é #FAKE em vídeo de previsão de tempestade no Rio: imagem não é de satélite e informação meteorológica é velha

12/02/2019

Homem fala sobre uma imagem na tela que mostra, na verdade, modelo matemático desatualizado. Prefeitura do Rio e Inmet dizem que mensagem tem vários erros.

 

Por Roney Domingos e Felipe Grandin, G1

 

 

Circula pelas redes sociais um vídeo em que um homem mostra gráficos de previsão do tempo sobre o temporal que se avizinha no Rio de Janeiro e diz que as imagens na tela são de satélite. A mensagem é #FAKE.

 

Órgãos oficiais, como a Marinha, a Prefeitura do Rio e o Inmet, fizeram, de fato, alertas à população sobre o risco de temporal, mas a mensagem em circulação nas redes exagera e adota como reais princípios errados.

 

As imagens não são de satélite. Elas são geradas, na verdade, a partir de um modelo matemático de previsão do tempo de um app chamado Ventusky, facilmente encontrado na internet.

 

Ventusky é um aplicativo desenvolvido pela companhia tcheca InMeteo. É focado em serviços de previsão do tempo. As principais fontes de dados para o site são institutos de meteorologia na Alemanha (DWD) e nos EUA (NOAA). A previsão do Ventusky é atualizada diariamente. No vídeo, a data de quando a imagem foi feita aparece borrada.

 

A meteorologista Aline Ribeiro, da Climatempo, explica que esse modelo meteorológico de previsão do tempo é atualizado duas vezes por dia. E o que está sendo mostrado no vídeo não está atualizado. "Não é tanto [o volume esperado]."

 

Segundo a meteorologista, a pessoa que fala no vídeo não tem noção do que diz – quando cita, por exemplo, que a imagem é de satélite. "Aquilo não é uma imagem de satélite. É uma projeção feita por computador por um modelo matemático de previsão do tempo que faz cálculos. Essa imagem é uma forma de enxergar o modelo matemático. É uma interface gráfica."

 

Patricia Madeira, diretora do Climatempo, diz que há previsão de chuva forte, mas afirma que o vídeo é exagerado. "A gente tem que ficar em atenção. Tem que ficar de prontidão. De fato a gente está numa situação crítica, mas não é assim que se faz um alerta. O alerta deve ser dado pela Defesa Civil. Já foi dito que precisa prestar atenção nas sirenes e tudo o mais e a gente deve seguir as instruções dadas pela Defesa Civil quando há um alerta. Esta [do vídeo] não é uma forma adequada de se fazer um alerta."

 

Thiago Souza, meteorologista do Instituto Nacional de Meteorologia, também reforça que há vários erros na mensagem. "É uma pessoa que nem se identifica no vídeo. Não é uma fonte oficial. Ele simplesmente pegou a previsão que tem para os próximos dias e fez esse alarde todo. Primeiro: a imagem que ele mostra no vídeo não é imagem de satélite. Aquilo é um modelo de previsão do tempo que se usa como base para fazer a previsão. A primeira mentira é essa. Não é uma imagem de satélite, como ele afirma. Outra coisa: ele fala também de mudança climática. Mentira. A gente está no verão e essas chuvas são bem típicas da estação. Elas vêm em grandes volumes, em grandes quantidades, mas são totalmente normais, esperadas."

 

A meteorologista-chefe do Alerta Rio, do Centro de Operações Rio, Juliana Hermsdorff, afirma, por meio da assessoria, que três pontos do vídeo não são verdadeiros:

 

  1. a imagem não é de satélite;

  2. o locutor diz que a chuva vai começar às 22h e não é possível determinar uma hora exata;

  3. ele diz que a imagem é em tempo real e isso, obviamente, não é possível.
     

 

VEJA O ALERTA OFICIAL DA PREFEITURA:

 

"Na quarta-feira (13/02), com a passagem de uma frente fria há previsão de pancadas de chuva forte, ocasionalmente muito forte, acompanhadas de rajadas de vento forte e raios, a qualquer hora do dia, JÁ COMEÇANDO A PARTIR DA MADRUGADA E SE ESTENDENDO ATÉ O INÍCIO DA NOITE.

 

Na quinta-feira (14/02), a previsão é de chuva moderada, passando a fraca ao longo do dia, com rajadas de vento moderado a forte em toda a cidade do Rio.

Destaca-se que os volumes de chuva apresentados pelos modelos numéricos de previsão do tempo ainda indicam acumulados de chuva, principalmente entre a madrugada de quarta-feira (13/02) e a tarde de quinta-feira (14/02)."

 

Fonte: https://goo.gl/oEWi5D

Please reload