Criatividade Coletiva - Inteligência de Marketing para Eventos

INFORMATIVO

6 dicas para ser sustentável no Carnaval

Em 2019, a festa gerou mais de 1,8 mil toneladas de lixo nas principais cidades do país. Saiba como preservar o meio ambiente e divirta-se com a consciência e as ruas limpas

 

 

 

Carnaval é sinônimo de festa, bloco, diversão e muito, muito lixo. Em São Paulo, por exemplo, a folia de 2019 acumulou 649 toneladas de resíduos. No Recife, só o Galo da Madrugada, um dos mais tradicionais da capital pernambucana, gerou 3 toneladas. E, no Rio de Janeiro, os mais de 7 milhões de foliões que passaram pela cidade produziram 1227 toneladas de lixo — 14% a mais do que o ano anterior, quando o número foi 1076 toneladas. Como a GALILEU acredita que é possível curtir o carnaval sem impactar tanto o meio ambiente, separamos algumas dicas para ajudar você a ser mais sustentável nas festas deste (e dos próximos!) anos:

 

Jogue lixo no lixo


É tão básico que parece meio ridículo, mas justamente pelo aumento do lixo produzido durante o Carnaval é ainda mais importante seguir essa regra à risca. Caso contrário, há perigo de todas as latinhas, garrafas e acessórios perdidos irem parar onde não devem, como no mar ou em córregos.

 

Deixe a natureza brilhar


Gente é para brilhar, e no carnaval mais ainda. Mas isso não significa tirar o brilho da natureza. O queridinho glitter é feito principalmente de plásticos, metais e outras micropartículas que não são recicladas e pior: acabam se misturando à água depois do banho, pois o tamanho minúsculo torna a filtragem pelo sistema de tratamento de esgoto quase impossível. Opte por versões naturais, como o pó de mica, sal ou gelatina vegetal.

 

Adereços do bem


Confete e serpentina são adereços clássicos de Carnaval. No fim do dia, porém, aquele monte de papel e plástico não serve para mais nada. Se você não abre mão de sair jogando esses adereços por aí, uma opção é escolher os feitos com papel reciclado ou, melhor ainda, folhas e flores secas. É bem fácil (e barato!): basta furá-las com um furador de papel, e dá até para fazer formatos diferentes.

 

Repita a fantasia


Siga a tendência da atriz Jane Fonda, que na cerimônia do Oscar de 2020 apareceu belíssima no mesmo vestido que usou em outro tapete vermelho em 2014, e repita a fantasia. Se a vontade de aparecer diferente for muita, use a criatividade para reaproveitar o que tiver em casa, sem precisar comprar peças novas que muito provavelmente ficarão guardadas quando tudo se acabar na quarta-feira.

 

Leve seu copo e prefira as latinhas


Manter-se hidratado é a regra número um do carnaval. Mas, na hora de tomar água, refiro, cerveja ou uns bons drinques, procure ao máximo evitar plásticos: leve seu próprio copo (uma dica é amarrá-lo a um barbante ou elástico para carregá-lo como se fosse uma bolsa) e, sempre que possível, prefira bebidas enlatadas. É que o alumínio é altamente reciclável e, se descartado corretamente, pode voltar às prateleiras em 60 dias.

 

Economize energia


Não estamos falando só da energia física para aguentar correr atrás do cortejo, mas da energia elétrica na sua casa. Se for viajar ou passar o dia fora, tire os aparelhos elétricos e eletrônicos da tomada, como TV, computador, carregadores de bateria. O simples fato de ficarem no modo “stand by” pode levá-los a consumir até 25% de energia do que se estivessem de fato ligado.

 

Fonte

Please reload