INFORMATIVO

Ar seco predomina no interior do Brasil

10/06/2020

O ar está ficando cada vez mais seco pelo Sudeste e Centro-Oeste do Brasil e, em áreas como Rondônia, sul do Amazonas e do Pará, Tocantins e o interior do Nordeste. O ar seco dificulta a formação de nuvens e a ocorrência de chuva.

 

Nesta quarta-feira (10) as nuvens de chuva crescem na maior parte de Roraima e na faixa litorânea entre o Rio Grande do Norte e Alagoas. Chove desde cedo entre Natal e Maceió e na capital Boa Vista.

 

Nas capitais, Manaus, São Luís e Teresina, o sol aparece e a parti da tarde são esperadas pancadas de chuva de moderada a forte intensidade com raios e rajadas de vento. Em, Belém, Boa Vista e Macapá, o alerta é para o risco de temporais.  

 

No Sul, uma área de baixa pressão se desloca e reforça as áreas de instabilidade sobre a Região. Entre o norte do Rio Grande do Sul e Santa Catarina, é onde acontece a maior concentração de chuva nesta quarta-feira. Há risco de temporais generalizados. Os volumes de chuva devem ser bastante elevados entre o norte gaúcho e o interior catarinense e vem acompanhado de raios e ventania.

 

Nas demais áreas do Rio Grande do Sul, ocorrem períodos com sol, a chuva se espalha no decorrer do dia, mas nas áreas de fronteira é onde a chuva cai mais fraca. Em Santa Maria e Porto Alegre, a situação é de atenção com muitas nuvens e pancadas de chuva de moderada a forte intensidade ao longo do dia.

 

No Paraná, as pancadas de chuva isoladas se concentram em áreas próximas de Santa Catarina, sem alertas. Já no norte parananense, nos estados do Sudeste, Centro-Oeste e também no sul do Pará, Tocantins e quase toda a Bahia a quarta-feira segue ensolarada. 

 

Umidade relativa do ar baixa

 

O que vai chamar a atenção no interior do país é a influência deste ar seco. A umidade relativa do ar tende a cair mais, principalmente nas horas mais quentes do dia. No estado de Goiás, Distrito Federal, em quase todo o Mato Grosso do Sul, sul e leste de Mato Grosso, oeste de Minas Gerais e da Bahia e no centro-sul e sudeste do Tocantins, a situação é de atenção para índices de umidade relativa do ar abaixo de 30%.

 

 

 

Ar seco e saúde

 

O ar seco é um dos principais fatores meteorológicos que agravam doenças respiratórias.  O ressecamento das mucosas da narina e da boca facilitam a entrada de vírus. Portanto, fique atento e não descuide da hidratação do corpo nos próximos dias. Beba bastante água!

 

 

 

Fonte

Please reload

Criatividade Coletiva - Inteligência de Marketing para Eventos