Como será a primavera no Brasil?


Estação das flores começa nesta quinta-feira (22). Confira a previsão:


Por Ana Clara Guerra



A estação das flores começa nesta quinta-feira (22), às 11h21 no horário de Brasília, em todo o Hemisfério Sul, mas o que se deve esperar das condições do tempo durante a primavera?


De acordo com a Somar Meteorologia, a estação vai ser diferente do ano passado que contou com a atuação do El Niño, o aquecimento das águas superficiais do Oceano Pacífico Equatorial. Desta vez, o oceano encontra-se em neutralidade, apesar das temperaturas estarem mais baixas do que o normal, o que por si só já deve trazer mudanças no clima do Brasil.


“Uma das diferenças em relação ao último ano é que desta vez a chuva ficará abaixo da média na região Sul. Ela até será registrada no início da estação, mas o padrão se inverterá a partir de novembro e a chuva passará a ficar acima do normal no centro e norte do país”, destaca o meteorologista Celso Oliveira.


Outra mudança comparada à primavera de 2015 é em relação às temperaturas. “A estação será marcada pela alternância entre frio e calor, que não chegará a ser duradouro. Isso não quer dizer que as temperaturas não fiquem elevadas, mas elas não devem durar o período todo, especialmente no Sudeste”, explica Oliveira.


Além disso, as regiões Norte, Nordeste e parte do Centro-Oeste terão calor no início da primavera, já as temperaturas ficarão mais altas no Sul no fim da estação.


Confira a previsão para a primavera em sua região:


Sul


A expectativa é de chuva abaixo da média nesta estação, principalmente no Rio Grande do Sul e Santa Catarina, algo bem diferente do que foi registrado na primavera de 2015, quando a região Sul foi fortemente influenciada pela atuação do El Niño. Já as temperaturas tendem a ficar próxima da média, com ondas de frio tardias e calor mais persistente a partir de dezembro.


Sudeste


As simulações meteorológicas indicam que a chuva será acima da média no Espírito Santo, Rio de Janeiro e Minas Gerais nesta primavera. Em São Paulo, a precipitação virá dentro do esperado, embora sua distribuição seja irregular. O início da estação contará com períodos curtos de frio e calor, mas quando as ondas de frio perderem força no fim do ano, será a vez da chuva forte diminuir o calor.


Centro-Oeste


Diferente do ano passado, a precipitação será acima do esperado em Goiás, Mato Grosso e também no Distrito Federal. No entanto, o calor será menor do que o registrado na primavera de 2015, já que a chuva se regularizará mais rápido neste ano.


Nordeste


A tendência é de chuva acima da média nas áreas produtoras de grãos do Maranhão, Piauí e Bahia e dentro da média nas áreas litorâneas. Apesar disso, ela só se tornará mais regular entre o fim de novembro e início de dezembro. A região será umas das poucas do país a ter calor acima da média e persistente, principalmente entre o norte da Bahia e Pernambuco.


Norte


A chuva na região Norte deve retornar mais cedo neste ano, se comparando ao ano passado, sendo acima do normal nas áreas produtoras de grãos do Pará e Tocantins e próxima do esperado em Rondônia, Acre, Amazonas, Roraima e Amapá. Já o calor será menor do que o registrado em 2015.


Fonte: http://www.tempoagora.com.br/dia-a-dia/como-sera-primavera-brasil/


0 visualização

O projeto Tempo de Aprender em Clima de Ensinar foi criado pela equipe do Laboratório de Meteorologia da Universidade Estadual do Norte Fluminense Darcy Ribeiro (LAMET/UENF), com o intuito de discutir com alunos e professores de escolas públicas as diferenças entre os conceitos de “tempo” e “clima” através de avaliações e estudos das características da atmosfera.

Criatividade Coletiva