Calor pode bater recorde em São Paulo


por Josélia Pegorim

A população do estado de São Paulo tem mais um dia de calorão nesta quarta-feira, que poderá repetir ou superar o calor intenso da segunda-feira, 17, quando os termômetros alcançaram até 39°C no interior do estado.


Na cidade de São Paulo pode haver um novo recorde de calor na tarde desta quarta-feira. A maior temperatura do ano é de 35,0°C registrada na tarde do dia 17 de outubro.


A semana começou fervendo, mas vai terminar fresquinha na capital paulista.


Calor e pouca chuva


Nuvens carregadas voltam a crescer sobre a Grande São Paulo e também em algumas áreas do interior e do litoral por causa do forte calor e da umidade do ar elevada. Pancadas de chuva com raios e rajadas de vento podem ocorrer durante a tarde e em parte da noite, mas a chuva será de curta duração e em pequenas áreas.


Não há expectativa de chuva generalizada e nem prolongada, mas mesmo ocorrendo em poucas áreas, pode chover forte.


Frente fria fraca


As condições para chuva aumentam em São Paulo no decorrer da quinta-feira com a ajuda de uma frente fria que estará avançando pelo litoral do Sul do Brasil. O risco de temporais também vai aumentar.


Com mais nebulosidade, mais chuva e a entrada de ventos frescos de origem polar, o calor começa a diminuir durante a sexta-feira e no fim de semana. Há condições para chuva moderadas a forte entre a quinta-feira e o domingo


Fonte: http://www.climatempo.com.br/noticia/2016/10/18/calor-pode-bater-recorde-em-sao-paulo-1758


9 visualizações

O projeto Tempo de Aprender em Clima de Ensinar foi criado pela equipe do Laboratório de Meteorologia da Universidade Estadual do Norte Fluminense Darcy Ribeiro (LAMET/UENF), com o intuito de discutir com alunos e professores de escolas públicas as diferenças entre os conceitos de “tempo” e “clima” através de avaliações e estudos das características da atmosfera.

Criatividade Coletiva