Emissões de CO2 ficam estáveis pelo 3º ano seguido, mas ainda estão altas


Informação foi divulgada nesta segunda-feira (14) na COP22 em Marrakech. Foram 36,3 gigatoneladas em 2015, alta de 0,2% na comparação com 2014


O mundo conseguiu, pelo terceiro ano consecutivo, manter estáveis suas emissões de gases CO2 em 2015, mas esse avanço ainda é insuficiente - de acordo com um informe divulgado nesta segunda-feira (14) durante a Conferência sobre Mudança Climática (COP22) de Marrakech.


Esse resultado supõe "uma clara e inesperada mudança em relação ao rápido crescimento das emissões de 2,3% ao ano na década precedente (2004-2013)", relata o informe do chamado Global Carbon Projet, que reúne cientistas do mundo inteiro.


O mundo emitiu 36,3 gigatoneladas de CO2 (GtCO2) no ano passado, apenas 0,2% de aumento em relação a 2014, o que significa 4,8 toneladas de CO2 em média por cada habitante do planeta.


"Com três anos de crescimento reduzido das emissões, é possível que a trajetória (...) tenha-se desviado permanentemente da tendência de crescimento rápido ao longo plazo", explica o texto.


Esses resultados cautelosamente otimistas não correspondem de modo algum, porém, "às metas do Acordo de Paris" do ano passado, advertem os autores do documento.


Firmado por 196 signatários, o acordo de Paris estabeleceu como objetivo manter o aumento da temperatura do planeta em, no máximo, 2ºC em relação à era pré-industrial.


Fonte: http://g1.globo.com/natureza/noticia/2016/11/emissoes-de-co2-ficam-estaveis-pelo-3-ano-seguido-mas-ainda-estao-altas.html


0 visualização

O projeto Tempo de Aprender em Clima de Ensinar foi criado pela equipe do Laboratório de Meteorologia da Universidade Estadual do Norte Fluminense Darcy Ribeiro (LAMET/UENF), com o intuito de discutir com alunos e professores de escolas públicas as diferenças entre os conceitos de “tempo” e “clima” através de avaliações e estudos das características da atmosfera.

Criatividade Coletiva