Concurso do Inpe elege melhor fotografia de raios do Brasil


Instituto seleciona melhores imagens por temporada; eles esperam mais fotografias na edição que deve ocorrer no verão, estação com maior incidência do fenômeno


Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (Inpe) escolheu a melhor fotografia de raios feita entre setembro e outubro deste ano. Sete fotógrafos tiveram suas fotos avaliadas pelo concurso.


O vencedor é de Santana do Livramento, cidade do interior do Rio Grande do Sul que tem uma incidência anual de 9 raios por km² e ocupa a 4ª posição no ranking de maior ocorrência de raios por ano.


A imagem foi capturada em 10 de outubro durante uma forte tempestade na cidade. O autor, Ronaldo Maciel, é fotógrafo por hobby e trabalha como programador. Ele disse que o registro foi importante para aprender a respeitar a distância segura para fotografia de raios.

"Foi a melhor foto que já fiz. Durante o momento do registro, um raio acabou atingindo uma antena próxima do prédio onde trabalho e eu pude ver centelhando tudo que estava ao redor. Naquele momento senti medo, mesmo sabendo que não estava correndo risco e logo pensei no que poderia acontecer se eu não estivesse devidamente protegido”, disse em entrevista ao Inpe.


O Inpe faz um concurso por estação. Durante o verão, deverá receber uma quantidade maior de fotografias, já que há maior incidência do fenômeno. As melhores imagens são divulgadas no site do Instituto.


Dicas do Inpe para fotografar raios


- Encontre um local seguro. O ideal é um lugar fechado, alto, sem obstruções, no qual se possa observar grande parte do céu;


- Não fotografe perto de cabos de aterramento de para-raios, sob árvores ou pontos de ônibus. Sacadas e varandas abertas também são impróprias para observar raios;


- Verifique as condições meteorológicas do dia para se planejar;


- Equipamentos simples fazem boas fotos: basta estar no local certo e fazer o clique na hora certa. Com o tempo você treina seu olhar para observar a tempestade;


- Se o equipamento tiver a opção manual, deixe todos os recursos em modo manual. O foco automático é o principal recurso que deve ser desligado: trave o foco no infinito;


- Seja persistente: se perceber raios em determinada região de uma nuvem, mantenha sua câmera voltada para aquela área;


- Para conseguir uma foto de raio, faça muitas imagens, uma atrás da outra. Para facilitar o trabalho, use um tripé ou um disparador remoto.

Fonte:

http://g1.globo.com/natureza/noticia/concurso-do-inpe-elege-melhor-fotografia-de-raios-do-brasil.ghtml





32 visualizações

O projeto Tempo de Aprender em Clima de Ensinar foi criado pela equipe do Laboratório de Meteorologia da Universidade Estadual do Norte Fluminense Darcy Ribeiro (LAMET/UENF), com o intuito de discutir com alunos e professores de escolas públicas as diferenças entre os conceitos de “tempo” e “clima” através de avaliações e estudos das características da atmosfera.

Criatividade Coletiva