Países emergentes cobram que nações ricas cumpram promessas de financiamento climático


Brasil, China, Índia e África do Sul fizeram comunicado conjunto nesta terça-feira. Acordo do clima de Paris entrou em zona de incerteza depois que Trump propôs fim de verba.


Brasil, China, Índia e África do Sul cobraram dos países industrializados que honrem os compromissos financeiros feitos em Paris em 2015 para ajudar as economias em desenvolvimento a enfrentar a mudança climática global, disseram os quatro em comunicado conjunto nesta terça-feira (11).


Após reunião em Pequim, ministros do meio ambiente das quatro principais economias emergentes do mundo também expressaram "compromisso firme" com os esforços globais contra a mudança climática.


O financiamento climático foi o principal motivo de discórdia durante as negociações para fechar o acordo global para limitar a emissão de gases de efeito estufa em Paris em 2015. China e outros países em desenvolvimento enfatizaram que a maior parte do fardo deve recair sobre nações desenvolvidas e industrializadas como os Estados Unidos.


Como parte do acordo de Paris, países desenvolvidos concordaram em disponibilizar mais verbas para o Fundo Verde do Clima (GCF), que devem ser usadas por países pobres e vulneráveis às mudanças climáticas.


Mas o acordo entrou em uma zona de incerteza depois que o presidente americano, Donald Trump, que questionou a base científica do aquecimento global, propôs no mês passado por fim nos pagamentos para o GCF e assinou uma ordem para desfazer as regulações relacionadas às mudanças climáticas introduzidas por Barack Obama.

Fonte: https://goo.gl/6qJYdN


18 visualizações0 comentário