Incidência de raios é maior durante a primavera


Novo método de detecção de raios do INPE revelou que o Tocantins é o Estado com maior risco de descargas elétricas




Por Wagner Nascimento


A primavera e o verão são épocas em que os temporais se intensificam no país. Como consequência, também a incidência de raios aumenta e os cuidados devem ser maiores.


Segundo o ELAT (Grupo de Eletricidade Atmosférica), 43% das mortes por raio aconteceram durante o verão e 33% na primavera, conforme análise dos dados registrados entre 2000 e 2014. Neste período, houve um total de 1792 mortes no Brasil.


Em novo levantamento, o grupo de pesquisas do INPE (Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais) identificou que o Tocantins é o Estado mais atingido por descargas elétricas, com uma densidade de 17,1 raios por km² ao ano. É seguido por Amazonas, Acre, Maranhão e Pará. O Estado paulista aparece na décima posição. Em relação às capitais, o ranking deixa o Rio Branco, no Acre, em primeiro lugar de incidência de raios. A cidade de São Paulo ocupa o sexto lugar.


O estudo é baseado em uma nova rede de detecção, que pode localizar cerca de 99% das ocorrências no país. De acordo Osmar Pinto, coordenador do ELAT, os números serão mais precisos e permitirão a observação das causas e os efeitos das mudanças climáticas sobre a incidência de raios.


Cuidados


As estatísticas apontam que, a cada 50 mortes causadas por raio no mundo, uma é no Brasil. Por isso, algumas precauções devem ser tomadas no caso de descargas elétricas. O Grupo de Eletricidade Atmosférica recomenda evitar atividades ao ar livre na ocasião de tempestades; ficar afastado de objetos condutores de eletricidade, como telefone com fio, e procurar abrigos fechados.


Fonte: https://goo.gl/n2H9PG


30 visualizações

O projeto Tempo de Aprender em Clima de Ensinar foi criado pela equipe do Laboratório de Meteorologia da Universidade Estadual do Norte Fluminense Darcy Ribeiro (LAMET/UENF), com o intuito de discutir com alunos e professores de escolas públicas as diferenças entre os conceitos de “tempo” e “clima” através de avaliações e estudos das características da atmosfera.

Criatividade Coletiva