Com frio extremo, pessoas patinam em canal congelado em Amsterdã


Em Amsterdã, o frio extremo congelou as águas do canal Prinsengracht, um dos canais mais simbólicos da capital holandesa


Uma onda de frio incomum tem castigado a Europa nos últimos dias, com temperaturas que passam de -20ºC. Centenas de voos foram cancelados, escolas e estabelecimentos comerciais estão fechados e, em vários países, as nevascas provocaram mortes.


Em Amsterdã, o frio extremo congelou as águas do canal Prinsengracht, um dos canais mais simbólicos da capital holandesa. A camada de gelo na superfície é tão espessa que turistas e holandeses conseguiram patinar sobre ela, sem problemas.



Em pouco tempo, a internet estava tomada de vídeos e fotos de pessoas deslizando sobre lâminas pelo Prinsengracht. Turistas sem patins se arriscavam a andar pelas bordas congeladas do canal na tentativa de tirar selfies.


As autoridades holandesas alertaram para o risco da prática, especialmente porque em alguns pontos do canal a superfície de gelo pode estar mais fina, com potencial de acidente para os patinadores.



A expectativa é de que o frio continue na Europa e perca força apenas nas próximas semanas. Em Amsterdã, a previsão meteorológica indica mínimas negativas para esta semana, com máximas que não passam de 10ºC.


Essa é uma das piores ondas de frio que a Europa enfrentou nos últimos anos, e recebeu nomes diferentes no continente: no Reino Unido, tem sido chamada de “a fera do Leste”, já os holandeses a chamam de “urso siberiano” e os suecos de “canhão de neve”.


Fonte: https://goo.gl/e1C6Mk


49 visualizações

O projeto Tempo de Aprender em Clima de Ensinar foi criado pela equipe do Laboratório de Meteorologia da Universidade Estadual do Norte Fluminense Darcy Ribeiro (LAMET/UENF), com o intuito de discutir com alunos e professores de escolas públicas as diferenças entre os conceitos de “tempo” e “clima” através de avaliações e estudos das características da atmosfera.

Criatividade Coletiva