Sudeste fica mais seco e quente nos próximos dias


por Josélia Pegorim


Uma grande massa de ar seco se intensifica sobre a Região Sudeste nos próximos dias, o que vai deixar o ar fica mais seco e quente no Sudeste. Apesar do aumento do calor, a diminuição umidade no ar vai reduzir também a nebulosidade e as condições para chuva. O nível de umidade do ar baixou de 30% na tarde de 24 de abril no oeste e noroeste do estado de São Paulo, que por enquanto é o estado que está sendo mais influenciado por esta massa de ar seco.


Na imagem captada pelo satélite GOES 16 às 10h15 de 24/4/18, no modo visível, a cor preta, que predomina no estado de São Paulo, representa áreas com ar seco, onde há pouca ou nenhuma nebulosidade. As nuvens aparecem como manchas acinzentadas e brancas.


Sol e pouca chuva



A redução da umidade do ar será sentida em todo o Sudeste nos próximos dias, mas principalmente no interior da Região. O sol forte vai predominar pelo menos até o domingo. Até lá, há previsão de pancadas de chuva em alguns dias para o Espírito Santo, para o leste de Minas Gerais e para algumas áreas do estado do Rio de Janeiro. A chance de chover no estado de São Paulo é remota.


Entre as capitais, a possibilidade de chuva é baixa em São Paulo, no Rio de Janeiro e em Belo Horizonte. Vitória deve ter pancadas de chuva pelo menos até o sábado, mas com períodos de sol.


Umidade abaixo de 30%


A intensificação da massa de ar seco sobre a Região Sudeste será percebida pela diminuição da nebulosidade e também no ressecamento do corpo. Quem já tem problemas respiratórios crônicos deve sentir um maior desconforto com o ar mais seco.


Até o domingo, níveis de umidade no ar entre 20% e 25% poderão ser observados em várias áreas pelo interior de São Paulo e do centro, oeste e norte de Minas Gerais. A Organização Mundial da Saúde recomenda um nível de umidade em torno dos 60% para o conforto humano.


Qualidade do ar piora


A falta de chuva e a diminuição do vento vão facilitar o aumento da concentração de poluentes. A atmosfera fica mais poluída e a qualidade do ar piora, principalmente nos centros urbanos. Na semana passada, a Grande São Paulo experimentou dias secos e a qualidade do ar chegou a ficar "ruim" em alguns locais.


Fim de semana prolongado


Esta grande massa de ar seco que se intensifica sobre o centro-sul do Brasil vai manter as frentes frias afastadas do Sudeste durante o fim de semana prolongado de 1º de Maio. A tendência é de que o sol e tempo seco predominem no feriadão. A sensação de calor também vai prevalecer. A temperatura fica amena só à noite, mas não há expectativa de frio intenso nem nas áreas serranas.


Fonte: https://goo.gl/VXQyfa



48 visualizações0 comentário