Tempestade de areia gigantesca 'engole' cidade chinesa


Uma tempestade de areia engoliu a cidade de Zangye, de 1,2 milhão de habitantes, no noroeste da China. O solo do deserto de Gobi foi levado por ventos de mais de 60 km/h.


A visibilidade se reduziu para menos de 100 metros na cidade. O volume de partículas voando pelos ares formou uma "muralha” de areia, de cerca de 10 metros.


A tempestade de areia causou caos no trânsito e forçou os moradores a caminharem com panos sobre o rosto, para evitar problemas respiratórios.


As ruas da cidade também pareciam ter mudado de cor, adquirindo um tom amarelado causado pela névoa de poeira. Em áreas rurais, o vento alimentou focos de incêndio.


Autoridades lançaram um alerta de que o clima seco poderia causar queimadas e pediu que os moradores "tomassem precauções".


Assista aqui: https://goo.gl/rWozzX


Fonte: BBC News Brasil



10 visualizações

O projeto Tempo de Aprender em Clima de Ensinar foi criado pela equipe do Laboratório de Meteorologia da Universidade Estadual do Norte Fluminense Darcy Ribeiro (LAMET/UENF), com o intuito de discutir com alunos e professores de escolas públicas as diferenças entre os conceitos de “tempo” e “clima” através de avaliações e estudos das características da atmosfera.

Criatividade Coletiva