'Marcha do Século' pelo clima reúne milhares de pessoas na França


Segundo os manifestantes, é "hora de mudar o sistema industrial, político e econômico para proteger o meio ambiente, a sociedade e os indivíduos".


Enquanto o protesto dos “coletes amarelos” terminou com confrontos e vandalismo no último sábado (16) em Paris, praticamente ao mesmo tempo o centro da capital francesa era palco da “Marcha do Século”, manifestação destinada a denunciar a falta de ação dos governos contra as mudanças climáticas. Nenhum incidente foi registrado.


De acordo com a polícia, 45 mil pessoas participaram da marcha parisiense. Os organizadores afirmam 107 mil manifestantes compareceram.


Cerca de 140 organizações, do Greenpeace da França à Fundação Nicolas Hulot, pediram para que as pessoas se manifestassem neste sábado alegando que é "hora de mudar o sistema industrial, político e econômico para proteger o meio ambiente, a sociedade e os indivíduos". Os participantes caminharam entre Ópera de Paris e a praça da République, no centro da capital.


A marcha também foi realizada em outras regiões do país. "Mais de 350 mil pessoas em 220 cidades da França se uniram para denunciar a falta de ação do governo francês frente à mudança climática e seu cinismo frente à crise social", afirmou um dos organizadores.


A manifestação acontece um dia após uma mobilização dos jovens pelo clima. Convocados pela ativista sueca Greta Thunberg, 168 mil pessoas se manifestaram em diferentes cidades francesas na sexta-feira (15).


Fonte: https://goo.gl/8QrfWc


6 visualizações

O projeto Tempo de Aprender em Clima de Ensinar foi criado pela equipe do Laboratório de Meteorologia da Universidade Estadual do Norte Fluminense Darcy Ribeiro (LAMET/UENF), com o intuito de discutir com alunos e professores de escolas públicas as diferenças entre os conceitos de “tempo” e “clima” através de avaliações e estudos das características da atmosfera.

Criatividade Coletiva