Supermercado da Tailândia troca plástico por embalagem feita de folhas de bananeira


Por Razões para Acreditar

O supermercado Rimping Supermarket, em Chiangmai, na Tailândia, está substituindo embalagens de plástico que protegem frutas e legumes por um outro material bastante resistente, abundante e 100% orgânico encontrado no mundo todo: a folha de bananeira.


A ideia de embrulhar alimentos com folhas de bananeira definitivamente não é uma novidade na cultura culinária das nações asiáticas, mas vêm sendo resgatada por mercearias e supermercados na tentativa de fazer a diferença e entrar na batalha por um mundo mais sustentável – e com menos plástico.


Nações como Índia, China, Tailândia, Malásia e Vietnã utilizam as folhas de bananeira para preparar cereais, como o arroz, há séculos. Além disso, utilizam a folha para embrulhar e conservar alimentos desde a Idade Média.


No Brasil, o material foi muito utilizado pela cultura nativa em séculos passados, e algumas tribos indígenas e caiçaras ainda fazem uso hoje.


De todo modo, o Rimping Supermarket foi bastante inteligente em escolher especificamente as folhas de bananeira, pois elas são mais grossas, largas e flexíveis – podem ser enroladas e dobradas com facilidade, sem se romper, e ainda suportam variadas temperaturas, inclusive as mais baixas, ideal para os compartimentos de produtos refrigerados.


As folhas de bananeira utilizadas como embalagens são orgânicas, fortes e ainda levam um laço de fibra natural para lacrar o alimento. Os benefícios na substituição das embalagens plásticas pelas orgânicas são vários, a começar pela decomposição do material, que leva algumas semanas para se quebrar completamente, em detrimento do plástico, que leva séculos. Mais: não causa poluição dos ecossistemas e previne a morte de milhares de animais asfixiados pela ingestão do componente artificial.


Interessante lembrar que a compostagem da folha de bananeira enriquece o solo com nutrientes. Elas também ostentam o fato de serem à prova d’água.


Aquilo que era para ser apenas um projeto piloto do supermercado tailandês acabou repercutindo à nível mundial por sua simplicidade e eficiência. O feedback de internautas na internet, por exemplo, têm sido bastante positivo; alguns usuários exaltaram o caráter 100% sustentável das embalagens orgânicas, além de destacarem a experiência personalizada, – um toque especial – de compra no supermercado.


Tais embalagens ecológicas podem auxiliar o setor de hortifrúti a implementar alternativas ao plástico economicamente viáveis, de modo que possa ser reproduzida em grande escala, tanto em terras tropicais, quanto em solos mais frios.


Fotos: Divulgação / Chiangmai – Rimping Supermarket


Fonte: https://goo.gl/vUyjrx



18 visualizações0 comentário