Como foi a chuva de março de 2019 no Brasil?


por Josélia Pegorim

A chuva de março de 2019 caiu com vontade sobre quase todo o Brasil. Mas o volume de precipitação acumulado no mês sobre algumas regiões do Nordeste, do Pará, do litoral do Rio de Janeiro e do litoral de São Paulo merece um destaque especial. Nestas áreas o volume de chuva de março foi extremamente elevada e ficou entre 500 a quase 800 mm.

Anomalia da chuva de março

O mapa da esquerda mostra a anomalia aproximada da chuva de março de 2019 (diferença em relação à média) e o mapa da direita mostra o volume de precipitação ocorrido no mês. No mapa de anomalia, os tons de azul representam volumes de precipitação acima da média e os tons em laranja, abaixo da média climatológica. O tom mais claro representa precipitação muito próxima da média.


Considerando cada Região do país, as maiores beneficiadas pela chuva de março foram as Regiões Nordeste e Sul, onde a maioria das áreas recebeu mais chuva do que o normal para o mês.


Na Região Sudeste, a maioria das áreas de São Paulo, de Minas Gerais e do Rio de Janeiro receberam chuva dentro ou acima da média. Já no Espírito Santo, março de 2019 terminou devendo chuva, de forma geral.


As grandes anomalias negativas (chuva ocorrida menor do que a média) ficaram nas Regiões Centro-Oeste e Norte do Brasil. Embora o nordeste do Pará tenha sido a região mais chuvosa do país, faltou muita chuva em outras áreas deste estado, do Amazonas, Roraima e Amapá. No Centro-Oeste, a falta de precipitação em Mato Grosso e em Mato Grosso do Sul foi grande.

Regiões mais chuvosas em março de 2019


Pela medição do Instituto Nacional de Meteorologia, as regiões mais chuvosas do país em março de 2019 foram o nordeste do Pará, incluindo a capital Belém, o litoral do Maranhão, incluindo a capital São Luís, o litoral de São Paulo e porção sul do litoral do Rio de Janeiro. Em todas estas regiões foram observados acumulados de precipitação acima dos 500 mm.


Fonte: https://www.climatempo.com.br/noticia/2019/04/02/como-foi-a-chuva-de-marco-de-2019-no-brasil--3618


31 visualizações0 comentário