Verão na França registra 1,5 mil mortes relacionadas ao forte calor, diz ministra


A onda de calor mais letal no país aconteceu no verão de 2003, com 15 mil mortes relacionadas às temperaturas excessivas. França registrou recorde de temperatura no final de junho.



As duas ondas de calor intenso registradas na França em junho e julho deste ano deixaram pelo menos 1,5 mil mortos, anunciou a ministra francesa da Saúde, Agnès Buzyn, neste domingo (8).


"Registramos mais 1,5 mil mortes em relação à média destes meses, embora o número seja dez vezes menor do que as provocadas pela onda de calor de 2003", afirmou a ministra, em declarações a France Inter e Franceinfo.


A onda de calor mais letal na França aconteceu no verão de 2003, com 15 mil mortes relacionadas às temperaturas excessivas.


No dia 28 de junho, a França superou seu recorde histórico de temperatura absoluta desde que essas medições são feitas, com quase 46°C, no sul do país.


"Destas 1.500 mortes adicionais, quase metade foi de pessoas acima de 75 anos, mas também houve adultos, inclusive jovens", acrescentou a ministra, referindo-se a mortes "no âmbito do trabalho".


Fonte: https://glo.bo/2ktpKJD


0 visualização

O projeto Tempo de Aprender em Clima de Ensinar foi criado pela equipe do Laboratório de Meteorologia da Universidade Estadual do Norte Fluminense Darcy Ribeiro (LAMET/UENF), com o intuito de discutir com alunos e professores de escolas públicas as diferenças entre os conceitos de “tempo” e “clima” através de avaliações e estudos das características da atmosfera.

Criatividade Coletiva