Alemanha deve acabar com uso de óleo de palma em biocombustíveis a partir de 2023

Matéria-prima foi classificada pelo bloco como fator que resulta em desmatamento excessivo e não pode mais ser considerada um combustível renovável para transporte.


Por Reuters


Alemanha deve acabar com uso de óleo de palma em biocombustíveis a partir de 2023

— Foto: MPOB/Nature


A Alemanha encerrará o uso do óleo de palma como matéria-prima para a produção de biocombustíveis a partir de 2023, disse o Ministério do Meio Ambiente do país nesta quarta-feira (22).


Em vez disso, a Alemanha dará uma cota para o uso mínimo de materiais residuais para a produção de biocombustíveis, segundo o ministério afirmou a decisão do gabinete.


"Para a produção de biocombustíveis, não é aceitável derrubar florestas, secar vegetações e destruir a natureza", disse a ministra do Meio Ambiente da Alemanha, Svenja Schulze, em comunicado.

A Alemanha anunciou em fevereiro que encerraria o uso do óleo de palma para a produção de biocombustíveis, principalmente o biodiesel.


De acordo com a diretiva de energia renovável da União Europeia (UE), os combustíveis à base de óleo de palma devem ser eliminados até 2030, uma vez que o óleo de palma foi classificado pelo bloco como fator que resulta em desmatamento excessivo e não pode mais ser considerado um combustível renovável para transporte.


Em maio, a Organização Mundial do Comércio (OMC) concordou com um pedido da exportadora de óleo de palma Malásia para estabelecer um painel para examinar a medida da UE, dizendo que a medida é discriminatória.


O óleo de palma desempenha apenas um papel menor na produção alemã de biodiesel, de acordo com dados da associação alemã de produtores de biocombustíveis VDB.

5 visualizações0 comentário