Aumento do nível do mar no Reino Unido se acelera

O nível do mar subiu cerca de 16,5 centímetros no Reino Unido desde 1900, e a estimativa é de que um milhão de pessoas sejam afetadas por esse aumento até o fim do século.


Por France Presse



Um homem se refresca em uma fonte de água em Trafalgar Square, Londres, durante a onda de calor que assola o Reino Unido — Foto: Reuters


De acordo com um relatório produzido pelo Escritório de Meteorologia do Reino Unido, a elevação do nível do mar está se acelerando no país, tornando os litorais mais vulneráveis.


Divulgado na quinta-feira (28), o documento destaca os efeitos contínuos das mudanças climáticas na costa britânica.


Este estudo, baseado na observação do clima e dos eventos meteorológicos de 2021, confirma o impacto do aumento global das temperaturas no Reino Unido, destacando que "as alterações climáticas não são apenas um problema futuro, mas já estão influenciando as condições em que vivemos."


As últimas décadas foram mais quentes, úmidas e ensolaradas do que as do século XX. A taxa de aumento do nível do mar dobrou em apenas um século e, desde 1900, o nível subiu cerca de 16,5 centímetros. Uma das razões desse fenômeno é o derretimento das geleiras dos mantos de gelo da Groenlândia e da Antártida.

"Nossas medições de longo prazo mostram que nas últimas décadas a taxa de aumento do nível do mar no Reino Unido aumentou", explica Svetlana Jevrejeva, do Centro Oceanográfico Nacional. Esse fenômeno ameaça as áreas litorâneas, ressalta.


À medida que o mar se avoluma, as tempestades podem causar impactos mais fortes. Devido à sua natureza insular, o país está particularmente exposto à erosão costeira.

Um relatório recente da Agência do Meio Ambiente do Reino Unido estimou que uma em cada seis pessoas estava em risco de inundação devido à chuva ou à elevação do mar e que um milhão de pessoas seriam diretamente afetadas pela elevação das águas até o final do século.



8 visualizações0 comentário