Pós-doutorado em física atmosférica na USP

Agência FAPESP


Bolsista vai realizar simulações de grandes redemoinhos (LES) de nuvens para identificar possíveis modificações causadas pelo aumento da poluição por aerossóis. - Foto: Miguel A. Amutio/Unsplash


O Projeto Temático “O ciclo de vida de aerossóis e nuvens na Amazônia: emissões biogênicas, emissões de queimadas e impactos no ecossistema” tem disponível uma vaga de pós-doutorado com bolsa da FAPESP. O prazo de inscrição termina em 27 de setembro de 2020.


Com atividades no Instituto de Física da Universidade de São Paulo (IF-USP), o pós-doutorando irá dedicar-se à realização de simulações idealizadas de grandes redemoinhos (LES) de cúmulos rasos para identificar possíveis regimes de fortalecimento convectivo ou inibição devido ao aumento da poluição por aerossóis. Essa análise será realizada em nuvens afetadas de forma diferente por aerossóis nas estações chuvosa e de queima de biomassa.


As características gerais das nuvens serão validadas em relação ao radar de nuvem apontado verticalmente MIRA-35C, em operação na torre ATTO (Amazon Tall Tower Observatory), com 325 metros de altura e instalada a 150 quilômetros a nordeste de Manaus.


Os candidatos devem ter doutorado em ciências atmosféricas, física ou meteorologia, com habilidades de comunicação em inglês e um histórico comprovado de colaborações internacionais e de publicações.


Os interessados devem, ainda, ter conhecimento de Fortran ou outras linguagens de programação; experiência com análise de dados de radares meteorológicos (seja por varredura ou apontado verticalmente); experiência com software de manipulação e visualização de dados como Python, MatLab e R; e boa compreensão teórica da microfísica da nuvem e das interações aerossol-nuvem.


As inscrições devem ser enviadas para o e-mail do coordenador do projeto, o professor Paulo Eduardo Artaxo Netto ( artaxo@if.usp.br).


Mais informações sobre a vaga em: www.fapesp.br/oportunidades/3856.


A oportunidade de pós-doutorado está aberta a brasileiros e estrangeiros. O selecionado receberá Bolsa de Pós-Doutorado da FAPESP no valor de R$ 7.373,10 mensais e Reserva Técnica equivalente a 15% do valor anual da bolsa para atender a despesas imprevistas e diretamente relacionadas à atividade de pesquisa.


Caso o bolsista de PD resida em domicílio fora da cidade na qual se localiza a instituição-sede da pesquisa e precise se mudar, poderá ter direito a um auxílio-instalação. Mais informações sobre a Bolsa de Pós-Doutorado da FAPESP estão disponíveis em www.fapesp.br/bolsas/pd.


Outras vagas de bolsas, em diversas áreas do conhecimento, estão no site FAPESP-Oportunidades, em www.fapesp.br/oportunidades.

 


14 visualizações

O projeto Tempo de Aprender em Clima de Ensinar foi criado pela equipe do Laboratório de Meteorologia da Universidade Estadual do Norte Fluminense Darcy Ribeiro (LAMET/UENF), com o intuito de discutir com alunos e professores de escolas públicas as diferenças entre os conceitos de “tempo” e “clima” através de avaliações e estudos das características da atmosfera.

Criatividade Coletiva