Pior tempestade de areia da década atinge a China

Nessa segunda-feira (15) o nordeste da China foi atingido por uma das piores tempestade de areia dos últimos anos! A mesma tempestade foi responsável por 6 mortes e o desaparecimento de dezenas de pessoas no país vizinho, a Mongólia.


Por Paola Bueno


Pequim amanheceu com o céu todo laranja nessa segunda (15) devido a uma forte tempestade de areia. Foto: AP Photo/Mark Schiefelbein.


Nesta segunda-feira (15) a capital da China, Pequim, e partes do nordeste do país foram encobertos por muita poeira e areia que tornaram o céu laranja, forçando o cancelamento de centenas de voos e o fechamento de rodovias.


De acordo com a agência meteorológica chinesa, essa é a tempestade de areia mais intensa que a China enfrentou em 10 anos, cobrindo uma área muito ampla. A tempestade se desenvolveu no deserto de Gobi, na Mongólia, onde ventos de 70 a 90 km/h, com rajadas de 100 a 120 km/h, foram responsáveis por levantar grandes quantidades de poeira e areia do deserto.


A maior tempestade de areia em uma década atingiu o nordeste da China colocando a concentração de material particulado em níveis alarmantes

Na Mongólia, 548 pessoas chegaram a ficar desaparecidas devido à tempestade, 467 foram encontradas e 81 continuam desaparecidas. Além disso, 6 mortes foram atribuídas à tempestade no país.



As autoridades chinesas orientaram a população a evitar atividades ao ar livre e a usarem máscaras, óculos e coberturas nas cabeças para se protegerem da poeira. A qualidade do ar em Pequim e regiões vizinhas já estavam em níveis pouco saudáveis nas últimas semanas devido a retomada da economia chinesa, com a passagem da tempestade a situação piorou muito.


Os níveis de material particulado com diâmetro menor que 10 micrometros (MP10) aumentaram muito na região, representando um grande risco à saúde da população. Alguns distritos chegaram a registrar níveis de poluição 160 vezes acima do limite recomendado! Em Pequim as concentrações de MP10 excederam 8100 microgramas por metro cúbico , a Organização Mundial da Saúde (OMS) recomenda concentrações médias diárias inferiores a 50 microgramas!



Mais de 400 voos partindo dos dois principais aeroportos da capital foram cancelados devido aos ventos fortes e a baixa visibilidade gerados pela tempestade. Em alguns locais a visibilidade era menor que 500 metros.


As condições em Pequim começaram a melhorar na noite de segunda, quando os ventos começaram a diminuir, e a situação deve continuar a melhorar durante essa terça com uma mudança na direção dos ventos. A partir de hoje a poeira poderá se espalhar por partes da Coréia do Norte e do Sul, podendo piorar a qualidade do ar e diminuir a visibilidade.



Essas tempestades geralmente ocorrem com frequência durante a primavera do Hemisfério Norte, quando ventos sopram a areia dos desertos de oeste para leste, que pode chegar até mesmo ao norte do Japão.


A frequência e intensidade dessas tempestades dependem das condições de seca do deserto, a intensidade dos sistemas de tempestade que passam na região, mas também estão associadas ao processo de desertificação do solo oriundo das atividades humanas, como desmatamento, mineração e agropecuária.



19 visualizações0 comentário