Criatividade Coletiva - Inteligência de Marketing para Eventos

INFORMATIVO

Setembro marca início da primavera com transição climática

28/08/2018

Confira como foi o mês de agosto no Brasil e como será setembro em relação à chuva e temperatura

 

 

Por Redação Somar

 

O mês de agosto vai terminando com chuva abaixo do normal no Rio Grande do Sul, em Santa Catarina e no sul do Paraná. Além disso, choveu menos do que a média para o mês no litoral leste do Nordeste e entre Roraima e Amapá.

 

Outras áreas do Brasil fecham o mês com volume de chuva entre a média a acima da média. É o caso do norte do Paraná e do centro-oeste do estado de São Paulo, que tiveram os maiores registros do País neste mês de agosto com mais de 250 mm acumulados.

 

Ocorreram tempestades mais severas neste mês, mostrando já indícios de um padrão de primavera. Houve casos de queda de granizo no Distrito Federal, além do Sul e no Sudeste em duas ocasiões. Também registramos queda de neve em alguns municípios e geadas no Sul do País.

 

A temperatura mínima ficou mais fria do que o normal entre o Sul e Mato Grosso do Sul, mas as manhãs ficaram mais quentes numa grande faixa que vai do Amazonas até o Espírito Santo. Durante as tardes, o calor foi excessivo no Nordeste, no Tocantis, no norte do Mato Grosso e de Minas Gerais.

 

Por outro lado, a maioria do Centro-Sul e no sul de Rondônia e do Acre a temperatura máxima ficou abaixo do normal.

E para o mês de setembro?

 

A tendência é de que ainda tenhamos aquecimento nas águas superficiais do Oceano Pacífico Equatorial, mesmo que de forma modesta. Assim, a chuva da primavera – que começa em 23 de setembro às 22h54min hora de Brasília – será irregular em boa parte do Brasil.

 

Assim, as simulações mais recentes indicam chuva abaixo da média no mês de setembro em boa parte das Regiões Sul, Sudeste, leste e norte do Nordeste e no centro e sul de Mato Grosso do Sul. Outras áreas oscilam entre o normal a ligeiramente acima do normal.

 

Temperaturas oscilam em grande parte do Brasil
 

Para a temperatura, há previsão de valores acima da média no Sul, São Paulo, Mato Grosso do Sul, leste do Nordeste, Tocantins, Pará e Amapá. Por outro lado, as temperaturas ficam próximas ou até um pouco abaixo da média no leste e norte de Minas Gerais e no sul da Bahia.

 

Apesar do calor acima da média na maior parte do País, ele não será persistente. As simulações indicam que o atual período de oscilações com alguns dias muito frios e outros dias de calor prosseguirá na maior parte do Brasil até o fim de setembro.

 

Fonte: https://goo.gl/NuQbS5

Please reload