INFORMATIVO

Globo neutraliza 100% de suas emissões de carbono em 2018

A empresa recebeu certificação da ABNT, resultado de um trabalho de gestão ambiental que envolve um conjunto de iniciativas

 

 

 

 

A Globo recebeu da ABNT a Certificação Carbono Zero pela neutralização da emissão de gases de efeito estufa no ano de 2018, nas cinco praças onde estão suas emissoras – Rio de Janeiro, São Paulo, Belo Horizonte, Recife e Brasília.

 

“Essa conquista reflete a sustentabilidade como um dos principais valores da nossa marca. Sempre investimos em iniciativas que estimulem as práticas sustentáveis, como a plataforma ‘Menos é Mais’, que se direciona à mobilização dos públicos externo e interno para o tema”, afirma Mauricio Gonzalez, diretor do  Centro de Serviços Compartilhados da Globo.

A certificação é resultado de um trabalho que começou em 2015, com o estabelecimento de 4 frentes de atuação de gestão ambiental pela empresa: água, energia e emissões, resíduos e conscientização do público.

 

Desde então, a Globo tem reduzido de forma consistente suas emissões de gases de efeito estufa. Para atestar esta evolução, a empresa faz um inventário anual de suas emissões, envolvendo 3 escopos. O primeiro escopo refere-se às emissões diretas controladas pela empresa, no segundo escopo estão as emissões indiretas causadas pela aquisição e uso de energia e, o terceiro escopo, envolve outras emissões indiretas, que não são controladas pela empresa, mas são consequência de suas atividades.

 

Em 2016, foram emitidas pela Globo 101 mil toneladas de CO2. Em 2018 este número caiu para 40 mil toneladas. A redução na emissão de gases do efeito estufa foi possível graças a um conjunto de ações que vão desde a substituição de gasolina por álcool no abastecimento dos veículos da frota até o investimento em energia renovável – que hoje corresponde a 93% da matriz energética da empresa.

As emissões que não puderam ser reduzidas, serão compensadas através da compra de crédito de carbono beneficiando dois projetos: Rio Preto-Jacundá da Biofílica, voltado para conservação florestal e manejo sustentável na Amazônia, e Aterro São João, de aproveitamento energético de biogás.

 

Sustentabilidade como investimento

 

Para Mauricio Gonzalez, os gastos em ações de sustentabilidade devem ser encarados como investimento, uma vez que podem gerar economias significativas após sua implementação. Um bom exemplo, segundo ele, é o custo da padronização de lâmpadas de LED pela empresa que se paga com a economia de energia que esta tecnologia proporciona. A empresa vem investindo nas 4 frentes de atuação estabelecidas para seu programa de Gestão Ambiental e os resultados são significativos.

Água

Nos Estúdios Globo são tratados 100% dos efluentes sanitários e industriais. Parte da água tratada é reutilizada no resfriamento do sistema do ar condicionado. Além disso foram tomadas medidas para redução do consumo de água potável como o uso de dispositivos hidráulicos eficientes e lavagem de figurino e frota a seco. Desde 2016, a empresa reduziu em 18% seu consumo de água.

 

Resíduos e Conscientização

 

Um programa de economia circular garante a reciclagem de mais de 25% dos resíduos utilizados. Cenários, tintas e mobiliário são reaproveitados e baterias e pneus são encaminhados para logística reversa – gerando receita e garantindo a destinação correta destes resíduos.

Borras de café são compostadas e existe a intenção de ampliar a compostagem para os resíduos orgânicos gerados nos refeitórios. A coleta seletiva vem sendo ampliada ano a ano, passando de 10 toneladas em 2017 para 191 toneladas em 2019.

Recentemente, todos os funcionários receberam um kit com copo e xícara individuais. Com esta medida, 19 milhões de copinhos plásticos devem deixar de ser usados nas unidades da empresa em um ano.  

 

Energia e emissões

 

Em Recife e no Rio de Janeiro, a Globo mantém dentro de suas unidades usinas de energia solar. Além disso a empresa reduziu o uso de geradores e retirou a cogeração à gás da sua matriz energética, substituiu os veículos que circulam dentro das unidades por jardineiras elétricas e reduziu a frota da empresa com mudanças no modelo de operação.


Fonte

Please reload

Criatividade Coletiva - Inteligência de Marketing para Eventos