COP 26 é adiada por conta da pandemia de coronavírus


A Conferência do clima da ONU foi repassada para 2021 mas ainda sem data para acontecer.

Globo terrestre na conferência do clima de Madri, COP 25, em 13 de dezembro de 2019 — Foto: Paul White/AP

A conferência sobre o clima COP 26, que devia ser celebrada na cidade escocesa de Glasgow em novembro, foi adiada por causa da pandemia do novo coronavírus, anunciou nesta quarta-feira (1) o governo britânico.

"Em vista do impacto mundial e contínuo da covid-19, a celebração de uma COP26 ambiciosa e inclusiva em novembro de 2020 não é possível", detalhou o governo em seu site na internet, no qual informou que a conferência será celebrada em 2021 na mesma cidade em data a ser comunicada posteriormente.

Trinta mil pessoas, inclusive 200 líderes mundiais, deviam assistir à cúpula da ONU, com dez dias de duração.

As emissões de CO2 têm que cair 45% até 2030, segundo os compromissos da comunidade internacional pactuados na COP21 cinco anos atrás, em Paris.

O outro objetivo é limitar o crescimento da temperatura média do planeta ao máximo de 1,5º C.

A "Covid-19 é a ameaça mais urgente que a humanidade enfrenta, mas não podemos esquecer que as mudanças climáticas é a maior ameaça que a humanidade enfrenta a longo prazo", informou a secretária-executiva da Conferência da ONU sobre mudanças climáticas, Patricia Espinosa.

As ONGs consideraram em sua maioria que o adiamento da conferência era necessário, levando-se em conta a situação sanitária mundial.

"Adiar a cúpula da ONU sobre o clima é compreensível", disse Sebastian Mang, do Greenpeace, embora tenha advertido que isto não muda nada a "obrigação da União Europeia de aumentar seu objetivo climático para 2030 antes que termine este ano".

A associação de luta contra a pobreza Oxfam, por sua vez, qualificou de "compreensível" o adiamento, embora tenha pedido para prosseguir com os "esforços vitais" frente à crise climática nas palavras de seu diretor interino, Chema Vera.

"Os governos têm que evitar repetir os mesmos erros que cometeram após a crise financeira mundial de 2008, quando os planos de recuperação provocaram um aumento as emissões" de CO2, acrescentou.

As emissões de CO2 têm que cair 45% até 2030, segundo compromissos da comunidade internacional pactuados na COP21 cinco anos atrás, em Paris.

O outro objetivo é limitar o crescimento da temperatura média do planeta a um máximo de 1,5º C.

Fonte

#Cop26 #Mundo #ONU #Coronavirus

0 visualização

O projeto Tempo de Aprender em Clima de Ensinar foi criado pela equipe do Laboratório de Meteorologia da Universidade Estadual do Norte Fluminense Darcy Ribeiro (LAMET/UENF), com o intuito de discutir com alunos e professores de escolas públicas as diferenças entre os conceitos de “tempo” e “clima” através de avaliações e estudos das características da atmosfera.

Criatividade Coletiva